sábado, 9 de outubro de 2010

como trocar a correia do Motor AP 1.6 Total Flex 8 válvulas

Motor AP 1.6 Total Flex 8 válvulas



Gol 1.6 Total Flex, Parati 1.6 Total Flex e Saveiro 1.6 Total Flex

>>Procedimento para verificação do sincronismo da correia dentada

Retire a capa de proteção superior da correia;

Gire manualmente o motor até que a marca existente na polia do eixo comando alinhe-se com a referência (seta) existente na parte traseira da capa superior da correia (figura 1);

Nessa condição, o primeiro cilindro deve encontrar-se no ponto morto superior-PMS. O PMS do primeiro cilindro pode ser verificado pelo posicionamento do volante do motor na marca OT (figura 2).

Caso seja verificado sincronismo incorreto ou se deseje substituir a correia, faça o procedimento a seguir.

>>Procedimento para substituição da correia

Para facilitar o acesso à correia dentada retire o párachoque e a chapa de apoio do suporte dianteiro do motor (figura 3). - O pára-choque está preso pelos seguintes parafusos:

- 06 parafusos internos aos pára-lamas. Três parafusos em cada pára-lama; - 02 parafusos na parte inferior do pára-choque (saia). Um de cada lado; - 06 parafusos na parte superior do pára-choque (grade). Três de cada lado;

- A chapa de apoio do suporte dianteiro do motor está presa por 3 parafusos, localizados abaixo do pára-choque (figura 3);

Após a retirada do pára-choque e da chapa de apoio do suporte dianteiro retire a correia poly-V;

Retire a capa de proteção superior da correia e confira atentamente o sincronismo do motor (figuras 1 e 2);

Retire a polia do virabrequim (fixa por 4 parafusos allen);

Retire a capa de proteção inferior da correia dentada;

Solte a porca de fixação do tensionador correia. Utilizando-se uma ferramenta especial ou um alicate de bico, afrouxe o tensionador e retire a correia (figura 4);

Instale a nova correia no sentido anti-horário começando pela engrenagem do virabrequim. Deixe a parte mais frouxa da correia junto ao tensionador;

Tensione a correia obedecendo ao método prático de tensionamento (vide item tensionamento da correia
 
 dentada). Aperte a porca de fixação do tensionador com um torque de 30 N.m (3 Kgf.m);


Dê dois giros manuais completos no motor e confira atenciosamente o tensionamento e o sincronismo da

correia. Se for preciso efetue ajustes;

Reinstale tudo o que foi retirado. Torque recomendado para os parafusos da polia do virabrequim: 25 N.m (2,5 Kgf.m) cada parafuso.



Um comentário: