segunda-feira, 6 de setembro de 2010

troca de correia da fiat Motores 1.6 8 válvulas

Motores 1.6 8 válvulas
Palio 1.6 IE 8V, Siena 1.6 IE 8V, Tipo 1.6 IE 8V e Tipo 1.6 MPI 8V

motor 1.8
>>Procedimento para verificação do sincronismo da correia dentada
Para que seja possível a visualização da referência de sincronismo do eixo comando de válvulas, abra a janela existente na parte superior da capa de proteção da correia dentada - figura 1;
Com a janela aberta, gire manualmente o motor até que a marca existente na polia do eixo comando alinhe-se com a referência da proteção da correia- figura 2;
Nessa condição o primeiro cilindro deve encontrar-se no ponto morto superior PMS. O PMS do primeiro cilindro pode ser verificado pelo alinhamento do rasgo de chaveta da engrenagem do virabrequim com a referência existente no flange dianteiro do bloco do motor - figura 3. A visualização da engrenagem do virabrequim só é possível após a retirada da capa de proteção da correia dentada, conforme explicaremos a seguir.
Caso seja verificado sincronismo incorreto ou se deseje substituir a correia dentada, faça o procedimento a seguir.
>>Procedimento para substituição da correia
motor 1.81
Posicione o veículo em um elevador automotivo;
Retire a roda dianteira direita e o protetor interno ao pára-lama;
Alivie a tensão das correias auxiliares e retire-as;
Remova a proteção inferior do volante e posicione a ferramenta específica para travamento da árvore de manivelas (figura 4);
Com a árvore de manivelas travada, solte a polia do virabrequim (roda fônica) e retire-a;
Retire a capa de proteção da correia dentada;
Confira atenciosamente o sincronismo da correia (figuras 2 e 3);
Com a correia sincronizada, solte a porca de fixação de seu tensionador e remova a correia;
Instale a nova correia no sentido anti-horário, começando pela engrenagem do virabrequim. Deixe a parte mais folgada junto ao tensionador;
Tensione a correia obedecendo ao método prático de tensionamento (vide item tensionamento da correia dentada). Aperte a porca de fixação do tensionador com um torque de 25 N.m (2,5 Kgf.m);
:.Retire a ferramenta de travamento da árvore de manivelas;


Dê dois giros manuais no motor (voltas completas) e confira as condições de sincronismo e o tensionamento o

da correia dentada (figuras 2 e 3). Se for necessário efetue ajustes;

Reinstale tudo o que foi retirado. Torque recomendado para a polia do virabrequim: 130 N.m (13 Kgf.m).
motor 1.82
 
motor 1.83

2 comentários:

  1. Muito bom mesmo barabens.
    Com desenho assim fica bem mais facil.
    Coloque mais tipos de motores.


    Grato pelo seu trabalho.

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de saber se esse mesmo diagrama serve para o motor SEVEL 1.6 (argentino). Existe alguma diferença para os mais antigos tipo Elba 1.6 carburada?
    Grato pela sua disposição em esclarecer. A carência de manuais de manutenção abertoS a todos é um problema para os mecanicos caseiros no Brasil.

    ResponderExcluir